COMO ECONOMIZAR ÁGUA TROCANDO A VÁLVULA DE DESCARGA SEM QUEBRAR A PAREDE

 

Um vazamento na válvula de descarga pode ser resolvido apenas com a troca do reparo, que é a peça que regula a saída de água para o vaso sanitário. Ainda existe a preocupação de que o conserto só pode ser feito quebrando a parede e azulejos, mas especialistas garantem e demonstraram que a substituição é possível sem obra no banheiro, no caso do defeito apenas no dispositivo.

Principalmente em imóveis antigos, as válvulas instaladas possuem um sistema com quantidade de água superior ao necessário, em torno de 12 litros ou até mais, que resultam no consumo desnecessário. Se houver vazamento, um filete de água desperdiçado pelo vaso sanitário causa perda de 144 litros diariamente, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). A Organização das Nações Unidas (ONU) recomenda que cada pessoa use 110 litros de água/dia.
Além das opções de duplo acionamento (com opções para 3 e 6 litros), há no mercado reparos que reduzem o volume liberado pela descarga para no máximo 9 litros, em média, sem precisar mudar a parte externa da descarga, conhecida como espelho ou acabamento. Algumas peças são ainda mais econômicas e prometem consumo médio de 4,5 litros.

A orientação é sempre contratar um encanador ou um profissional com conhecimentos de hidráulica para avaliar qual peça deve ser usada e também fazer o serviço. Uma válvula mal regulada e instalada de forma errada pode aumentar o consumo ou até o vazamento. A troca não interfere na tubulação do banheiro porque o reparo só muda o acionamento da saída de água com o simples aperto do botão.

Os reparos mais econômicos podem ser comprados em lojas especializadas, com preços que variam entre R$ 25,90 e R$ 139, em três redes que comercializam o produto consultadas. Esse custo não leva em conta a mão de obra do profissional que deve fazer a instalação.

Gostou do artigo? Gostaria de realizar um orçamento para troca do reparo? Entre em contato conosco e não deixe de assinar a nossa newsletter!

Fonte: G1

Comments for this post are closed.